ADUPE - Seção Sindical dos Docentes da Universidade de Pernambuco

Por salários dignos e pela melhoria da Universidade

10/04/2019

Campanha da Adupe quer professoras e professores unidos na luta pela valorização da categoria, por melhores salários e por boas condições de trabalho e contra o corte de verbas para a Universidade de Pernambuco.

Desde o início do ano, a direção da Seção Sindical dos Docentes da Universidade de Pernambuco (Adupe) vem trabalhando na construção da campanha salarial da categoria. Muito além das questões salariais, a pauta contempla outros itens, que são vitais para a sobrevivência da universidade.

1 - Aumenta o IPTU, o IPVA, o Condomínio, o Plano de Saúde, o Pão, .... Meu Salário, não!
Os professores da UPE entram no quinto ano sem qualquer reajuste em seus salários. De acordo com o DIEESE, a defasagem salarial já totaliza 27,14% considerando a data base de 2018.

2 – A DE do Regime de Trabalho estagnada. Minha migração, nada!
Retenção dos pedidos de migração para o Regime de Trabalho de Dedicação Exclusiva. São mais de 100 migrações paradas na Secretaria de Administração.

3 – Em marcha lenta, minuta do Associado. Meu sonho de progressão, eternamente adiado.
Demora na redefinição dos critérios de progressão do cargo de Professor Adjunto para Professor Associado.

4 – Quero regredir para Associado. Meu vencimento de Titular, defasado!
Também se tem a distorção do salário do Professor Titular que ainda não foi solucionada, de modo que o vencimento deste cargo em muitas situações se apresenta inferior ao do cargo de Professor Associado.

5 – Freio no orçamento da UPE. Prioridade para a Universidade, não é!
Contenção de gastos para ofinanciamento da universidade vem se acentuando historicamente. A proposta do Governo para esse ano vai ser o pior da série histórica.

6 – Fazer concurso pra quê? Minha nomeação, cadê?
Retardo na nomeação de professores concursados.

7 – Professor em precário contrato. Meu Cargo de Professor Substituto, imediato.

Inexistência do cargo de Professor Substituto e pela revisão do PCCV.

Ao longo desses anos de congelamento salarial, a Adupe vem tentando de todas as formas estabelecer um canal de negociação efetivo com o Governo do Estado. A resposta tem sido a mesma para todos os sindicatos: os gastos com pessoal já estão no limite previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Não podemos simplesmente aceitar essa tese. Na conjuntura atual (momento em que se colocam a retirada de direitos e o desmantelamento das instituições e serviços públicos), torna-se vital a participação ativa dos professores e professoras na luta a ser conduzida pela Adupe.

Por isso, mais do que nunca, a presença da categoria é necessária para enfrentarmos esse cenário.

Ao longo dos próximos informes, vamos detalhar os sete itens da nossa pauta de reivindicação e agendar reuniões nas unidades de ensino dos diversos campi da UPE.

Estamos em estado de mobilização.


À luta docentes!
 

Arquivos

Rua Arnóbio Marques, 405 - Santo Amaro, - Recife/PE CEP: 50100-130 Fone: (81) 3231-5277
2015 - Adupe - Todos os direitos reservados.